Fim da 134º Edição

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fim da 134º Edição

Mensagem por Alaric Alioth em Dom Set 13, 2015 11:08 pm

O FIM

Ah, mas eu vou adorar isso! - diz a idealizadora chefe e faz um sinal com a mão indicando que a transmissão seja encerrada. Rapidamente pressiono um par de botões e as telas que exibiam o rosto de Hollerbrook se apagam. Retorno ao meu posto, pronto para iniciar a contagem regressiva até o primeiro terremoto, quando Alaska surpreende a todos ao dizer - Soltem a lava. Reflexivamente encaro os olhos azuis da idealizadora e esta, irritada pela feição de confusão esboçada por quase todos no recinto, ela grita - Liberem a maldita lava, AGORA! - e eu relutantemente questiono - Mas você acabou de avisar que eles teriam 45 minutos... Se fizermos isso, todos irão morrer de uma só vez... - ao passo que ela responde de forma ríspida - Todos querem que essa edição termine agora. Digite as malditas coordenadas e mande estes pivetes para o inferno... Mas trate de deixar um vivo, é claro... - ela diz e então se retira da sala. Sem perder tempo, começo a seguir as ordens e direciono a lava para as três zonas da arena.

No Centro de Espetáculos, Alue do 7 e Caliel do 12 resolvem adiar uma batalha entre si para formarem uma inusitada aliança contra o ataque dos Golens bestantes. Mesmo assim, a dupla ainda se encontrava em maus lençóis contra os bestantes de pedra, que pareciam resistir ilesos às machadadas e disparos de flechas. A situação só se reverteu quando a lava começou a inundar o local e maioria dos Golens começaram a ser carbonizados. Os recém aliados só precisavam encontrar um jeito de fugir da lava, mas já que Alaska nos deu carta branca, nada sairia assim de bandeja para estes tributos. Alguns simples comandos com minha caneta e os Golens carbonizados logo se erguem da lava e partem para cima de Alue e Caliel. Quando os monstros em chama retornam para dentro da lava, pouco do que sobrou dos corpos dos dois tributos é reconhecível ou mesmo palpável.

Nas Ruas Vazias, Topaz do 1 e Stryga do 8 não consideravam uma aliança como opção válida a esta altura, e isso se prova pelo fato de ambas engajarem um feroz combate no instante em que se cruzam. A carreirista com sua lança, a garota dos distritos dos tecidos com sua faca, um combate genial e até mesmo interessante rolando em pleno apocalipse dentro da arena. O momento é tão bonito de se ver que, em acordo com os outros idealizadores, decido esperar para ver no que isso vai dar antes de liberar a lava. As duas garotas lutam sabendo que em pouco tempo apenas uma estará de pé, e é então que o inesperado acontece: Topaz arremessa sua lança contra sua oponente, simultaneamente ao arremesso de faca que Stryga efetua contra a carreirista. Em um movimento espelhado com simetria perfeita, Topaz vai ao chão com a faca cravada em seu peito no mesmo instante que Stryga padece empalada pela lança. Com ambas tributos mortas de uma forma um tanto irônica, a atenção de todos é voltada para os últimos quatro desafortunados.

Nos Montes de Entulhos, outro evento interessante me impede de imediatamente acionar a lava. A até então favorita, Catze do 10, encontra os tributos do 11 escondidos dentro da casa do lago e não pensa duas vezes antes de tentar por um fim à vida de ambos. Embora ferido e bastante debilitado, o agricultor Rong não titubeia e encara a pecuarista assassina para dar a sua aliada a chance de fugir. Enquanto Catze usa seu chicote para desarmar e estrangular Rong, Blanche foge por uma janela e inicia uma corrida desenfreada movida pela adrenalina proporcionada pelo medo de morrer pelas mãos da assassina de seu parceiro, bem como pela fúria de ter visto seu parceiro morrer por ela. Não demora muito até que a loira do 10 deixe a cabana e comece a perseguir a loira do 11, por precaução tenho o botão que ativará a lava bem abaixo do meu dedo. Blanche continua firme em sua fuga, mas Catze não custa a alcança-la. A fria vaqueira agita o seu chicote no ar e tenta "laçar" os tornozelos de Blanche, forçando-a a ir ao chão, mas a agricultora aperta o passo e consegue, milagrosamente, se esquivar do chicote por um par de vezes. Com apenas poucos instantes de corrida separando-as da entrada da Cornucópia, Catze finalmente consegue laçar a rival e derrubá-la como um bezerro acuado. Alguns dos idealizadores mostram pesar pela jovem que claramente está prestes a ser abatida como o gado que a pecuarista deve estar a costumada a matar. - A lava. - diz Alaska, surpreendo a todos que não notaram o momento em que ela retornou à sala de comando. Sem esperar um segundo comando, giro um botão até a sua potência máxima e pressiono o botão que ação no qual repousava. É quase gratificante a visão do rosto de Catze no momento em que a mesma tem o seu "discurso de vitória" interrompido por uma pequena tsunami de lava que irrompe por entre os entulhos. Catze simplesmente larga o chicote e tenta fugir do local, mas é levada ao chão por uma rasteira efetuada por Blanche. A loira do 10 bate a cabeça contra algumas pedras e se encontra atordoada até o momento em que se dá conta de que Blanche já está longe e de que a lava já começa a cobri-la. Os gritos de Catze cessam instantes antes de Blanche adentrar o Coliseu.

Blanche corre para perto do grande chifre, achando que havia sido a única a chegar com vida ao local, mas logo percebe que mais um tributo se encontra na Cornucópia e é então que aquele ambiente é pequeno demais para os dois - ou para as duas. Mal avistando a rival, April do 9 já saca sua foice e a arremessa contra Blanche, que se joga no chão e por muito pouco não é atingida em cheio, vendo a foice se cravar no chão a poucos centímetros de seu corpo. April parte para cima de Blanche, e a agricultora apanha uma pedra e joga contra a inimiga do distrito dos grãos. O simples instante que April usa para se desviar da pedrada é suficiente para que Blanche apanhe a foice e corra na direção da oponente em uma investida. Entretanto, April agarra Blanche pelos ombros e joga-a no chão novamente, ao passo em que ela deixa cair a foice. A ruiva tenta montar na loira, mas mesmo caída, Blanche disfere vários chutes fazendo April recuar. Sem perder tempo, Blanche ergue-se e começa a trocar socos com a outra tributo. Por um instante Blanche parece levar a melhor e após golpear April no rosto algumas tantas vezes, a agricultora aproveita-se de outra recuada da inimiga para correr e apanhar a foice. Quando April reassume sua postura de batalha, Blanche, já munida com a foice, corre em sua direção gritando e tenta cravar a foice no peito da ruiva. Ainda que realizando um movimento evasivo, April não consegue evitar um longo corte de profundidade mediana nos seus seios causado pela ponta curva da arma da inimiga. April então chuta o joelho direito da rival e quando Blanche se desequilibra, a ruiva aproveita para tentar tomar a foice, mas logo ambas começam a rolar pelo chão em busca da posse da arma. À esta altura, a lava já começa a invadir o Coliseu; todos os idealizadores mostram-se aflitos, ansiosos para que isso tudo termine de uma vez. É então que, após muito esforço, Blanche consegue subjugar April e garante a foice para si enquanto permanece montada sobre a inimiga desarmada. A próxima coisa que se vê é o sangue brotando do pescoço de April em jator fartos após Blanche eficientemente degolá-la de forma profunda. Alguns idealizadores vibram, outros resmungam insatisfeitos, Alaska apenas sai da sala novamente sem qualquer explicação. Agarro o microfone e anuncio - Senhoras e senhores, com vocês a grande vitoriosa da 134° Edição: BLANCHE CIRION, DO DISTRITO 11!

Um segundo se passa até que o aerodeslizador aterrisse para retirar a pobre garota Cirion daquele inferno de lava. Levanto-me e vou atrás de Alaska, encontrando-a logo no corredor ao lado de fora da sala de comando, conversando com os outros idealizadores-chefe que estavam, aparentemente, sumidos. - Senhora Hollerbrooke? - pergunto, sem ter a menor ideia da revelação avassaladora que receberia daquelas pessoas.

Algum tempo se passa, pouco mais de um mês durante o qual Panem não cessou de falar um segundo sequer sobre a mais rápida das edições realizada em anos e sobre a mais nova queridinha da Capital, a garota do 11 que tinha tudo para morrer, mas que virou o jogo a seu favor de forma magnífica. Cirion já havia regressado da reabilitação com todas as suas cicatrizes físicas apagadas, embora com algumas psicológicas remanescente. É chegado o grande dia da primeira apresentação pública de Blanche depois da arena, e Panem mal consegue esperar para ver sua mais nova vitoriosa.



OBSERVAÇÃO 1:
Após passar um determinado tempo sem acesso à computador, depois tendo que lidar com grandes conflitos de horário graças ao meu atual último período na faculdade, e mais recentemente tendo que lidar com problemas de saúde (só consegui parar para escrever porque estou de cama), trago-lhes o encerramento dessa edição que para muitos pode ser considerada um fiasco, já que a demora de atualização fez a maioria dos tributos desistirem. Ainda assim durmo tranquilo, pois apenas ofereci ajuda. QUANDO pude, fiz minha parte. Não foi o suficiente para resgatar o funcionamento que o fórum possuía anteriormente, mas ninguém faz milagres. Peço perdão à todos que continuamente entram no fórum esperando essa bendita atualização, e ai está. Um teste feito com bastante carinho para suprir ao menos um pouco do descontentamento que essa experiência possa ter causado aos envolvidos. Amo vocês, e que a sorte esteja sempre ao seu favor.

OBSERVAÇÃO 2:
Créditos à JVBR
avatar
Alaric Alioth
Idealizadores
Idealizadores

Mensagens : 11
Data de inscrição : 20/04/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum