Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Mensagem por Charlotte M. C. Reinhardt em Dom Dez 27, 2015 9:23 pm

Widdly vs. Rhaenna
Três tiros de canhão ressoavam pela a Arena.  Mais uma morte. Os tributos encararam a tela que aparecia. O hino de Panem começara a tocar, então exibiam as fotos dos tributos mortos: Do distrito 6, do distrito 8, e do distrito 12. Alguns tributos até poderiam ficar feliz, outros nem tanto, mas assim era a Arena. Morte os cercariam e apenas um sairia vitorioso. Aqueles tributos não tinham a dimensão total do tamanho do Caos que aquela Arena, que aqueles jogos seriam. Aquilo, tinha apenas começado e se fossem espertos, sobreviveriam. Como? Era a última coisa que precisavam pensar o que era preciso, era saber quem e como matar.  Os tributos agora iriam enfrentar muito mais que a fome, o frio, a sede, iriam conhecer a morte. Em áreas diferentes, 5 pares de tributos iriam se encontrar, lá, lutariam até a morte, onde alguém morreria, ou sairia ferido e seria deixado para morrer. Agora, eram os combates.  Logo, seriam forçados a matar, pois aquilo era vida ou morte. Correr ou morrer.

Depois do dia cansativo que tiveram, andando pelos locais, os tributos podiam fazer o que quisessem. Comer, beber, conversar, afiar armas, e assim seguiria o dia. Numa área mais reservada da floresta, depois de acordarem surpresos, Gwen e Dimka exploraram o local, mas não acharam nada, e por fim, decidiram se separar. Mas em outra área da floresta, encontrava-se Widdly, o tributo do Distrito 2. O rapaz estava cansado, com ferimentos leves, decidiu por fim, resolveu andar. Separou-se de seus aliados, assim como os próprios, para procurarem mantimentos. Afinal, estavam numa floresta. Precisavam se manter. Depois de uma longa caminhada, Widdly encontrava-se com a tributo do distrito 3, Rhaenna, e uma voz robótica, que era pertencente a Charlotte, disse apenas. — Lutem ou fujam, mas se fugirem será pior! — A voz sumiu, e assim, os tributos se preparavam para lutar.


Instruções:
Os posts funcionarão na seguinte ordem: Ataque - Defesa e contra ataque - Defesa - Narrador. Leiam o Sistema de Lutas aqui para evitarem erros.

Narre como foi seu dia, as lutas ocorrem à noite. Podem rolar um dado para procurar comida/água, é opcional. Também podem pedir algum item de patrocínio.

NÃO narrem que suas ações foram perfeitas ou ação do seu oponente, caso contrário a ação será desconsiderada e o responsável sofrerá algum tipo de dano externo. Qualquer tentativa de trapaça será desconsiderada e o jogador sofrerá danos externos. Interferências também serão ignoradas.
Os Tributos devem rolar três dados, um de ataque, um de defesa, e um de ações especiais, como tentativas de fuga. Como são apenas três que morrem, vai morrer quem tomar mais dano, ou se chegar no zero (HP). Os dois começam com 100 de HP.

A ordem de postagem é Widdly - Rhaenna - Widdly.
Tributos:
Distrito 2:
Nome: Widdly Trenchüst-Hadren;
Pontos de Combate: 19,625;
Situação: Hematomas leves no rosto e no corpo, apenas incomodam.
Itens: Duas cimitarras, mochila preta, saco com 9 bolachas (recupera 10% de fome cada uma), analgésicos (2 comprimidos), cantil pela metade (1 goles).
Pontos de patrocínio: 45.
Fome: 35%
Sede: 25%
Frio: 0%
Distrito 3:
Nome: Rhaenna Höes Windsor;
Pontos de Combate: 21,25
Pontos de Patrocínio: 70 pontos.
Situação: Leve incômodo no peito.
Itens: Foice, 1 laranjas, 6 frutas vermelhas.
Fome: 35%
Sede: 55%
Frio: 65%

Prazos: Primeira rodada até 30/12. Segunda rodada até 04/01. Terceira rodada até 06/01.
Créditos à JVBR



So, Can I Show You My Sweet Home, Hell?

avatar
Charlotte M. C. Reinhardt
Idealizadores
Idealizadores

Mensagens : 197
Data de inscrição : 09/04/2015
Idade : 24
Localização : This Is Capitol, Sweetheart.

Ficha Tributo
Emprego: Idealizadora
Tésseras: ∞
Pontos de Patrocínio: ∞

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Mensagem por Widdly Trenchüst-Hadren em Ter Dez 29, 2015 12:58 am

Adendos:
Itens consumidos: Duas bolachas (retiram 10% de fome cada);
Dois goles d'água (retiram 10% de sede cada).

Patrocínios comprados: Cantil cheio (10 goles, retiram 10% de sede cada) 40 pontos de patrocínio.

Habilidades utilizadas e seus propósitos:
Movimentos rápidos para atacar com rapidez;
Medicina para encontrar o ponto certo onde o ataque seria feito;
Ambidestria para manter o controle de ambas cimitarras;
Espadas/Facões/Cimitarras para o combate e controle das cimitarras;
Psicológico para manter-se calmo e controlado durante a luta;
Eu fora completamente engolido pela água, ainda conseguia senti-la em minha garganta, sufocando-me e levando cada fio de minha vida. Se não fosse por Makenna eu poderia estar morto, infelizmente Krayt teve esse destino, fora levado pelo forte tsunami criado pelos idealizadores. Krayt era uma boa pessoa, não deveria ter um fim como este, mas pelo menos não morreu na mão de um tributo. Certamente seu destino não fora um dos piores. Talvez haviam feito isso por não ter tanto movimento nos Jogos? Isso costumava acontecer, eventos relâmpagos para mover os tributos, sabia que boa coisa não estava por vir. Talvez soltariam os bestantes? Nos colariam uns contra os outros? Haviam nos separado de nossa aliança, não sabia onde Alexei e Hayley poderiam estar. Minha maior prioridade seria encontra-los, e ninguém poderia passar por meu caminho. Após longos minutos de caminhada, Makenna e eu decidimos parar. O tsunami nos levou para outra área desconhecida, não sabíamos quem poderia estar nela e seria bom encontrarmos um bom lugar para passar alguns minutos. Além de que ambos estavam com incomodas dores.  

Makenna preferiu ficar um pouco mais distante, escondida em um grande arbusto. Caso alguém aparecesse correndo por aqui, se surpreenderia ao encontrar dois tributos e seu fim não seria um dos melhores. Felizmente Makenna tinha água e comida para comer, além de ter analgésicos para melhorar seu desconforto na cabeça. Ao tentar ajudar-me com o tsunami, acabou batendo a cabeça em algum lugar, esperava que ela não sofresse sequela alguma. Estávamos quase no fim dos Jogos, pouco mais da metade dos tributos já haviam morrido, como será para os telespectadores estar assistindo isso? Quer dizer, para os capitalistas. Sabia como o povo dos distritos se sentiam, aturdidos por verem seus amigos ou familiares jogarem até a morte, mas acabavam felizes por ver algum conhecido ganhar. E como os capitalistas ficavam? Felizes por verem as mortes, ninguém que pudesse conhecer, mas escolhiam um tributo para torcer. E se esse tal tributo morresse? Certamente não iria chorar de desgosto.

O clima parecia tenso, ambos sabíamos que algo bom não estava acontecendo, sempre mantínhamos as armas por perto para evitar quaisquer ataque. Sentei-me em um tronco caído, escondido por trás de dois grandes pinheiros, não era um tipo de camuflagem, mas iria servir para tirar um descanso. Retirei meu pacote de bolachas de dentro da mochila, um pequeno burburinho em meu estômago dizia que estava com fome, havia economizado tanto até agora, creio que merecia comer mais do que uma única bolacha. Peguei apenas duas, agora sobravam sete bolachas para o resto de meus dias na Arena. Degustei do suave sabor de frutas vermelhas, demorando mais em cada mastigada para sentir-me satisfeito da pequena refeição. Retirei o cantil de minha mochila, nada melhor do que finalizar a refeição com alguns bons goles d'água. Já podia sentir minha garganta seca, suplicando por algumas gotas d'água, virei o cantil completamente, sabia que haveria pouca água ali, então não tinha modo algum de se economizar. Os tons azulados mesclavam-se com tons alaranjados, talvez para trazer uma calmaria para a Arena, ou talvez fosse algo natural ao contrário de tanta tecnologia que sempre fora utilizada. Já estava ficando tarde, precisava procurar por galhos para fazer uma fogueira, o saco de dormir fazia o seu trabalho, mas alguém precisava ficar de vigia.

Antes que pudesse levantar-me para começar a minha procura, escutei barulhos familiares. Patrocínio. O objeto de metal pousou em minha frente, deveria agradecer a Marte, até que ele estava fazendo um bom trabalho. Ao abrir o objeto, encontrei um cantil que desta vez estava lotado de água. "Apenas sobreviva, tome cuidado." - M.  Era o que estava precisando e no momento certo, tomei um único gole do cantil, o resto iria guardar para alguma situação mais importante. Levantei-me do tronco, alongando-me por alguns segundos para começar a procura.  

Irei procurar por gravetos para fazer uma fogueira, seria bom se você continuasse aqui vigiando. Volto em breve. — Disse para minha aliada, Makenna.

Com meus itens em mãos, aventurei-me para procurar por gravetos secos. Infelizmente o tsunami havia molhado a maior parte dos gravetos caídos ao chão, decidi caminhar para algum local mais distante. Talvez tenha alguma área que o tsunami não houvesse atingido. As sombras tomavam forma na taiga, a lua já tomava o seu lugar ao céu e poucas estrelas começavam a aparecer. Já estava ficando muito tarde, um calafrio gélido perpassou por minha espinha, alertando-me de algum perigo que poderia acabar por encontrar.  Levei um leve susto ao ver uma sombra mexendo-se pela floresta, vindo na mesma direção que eu. Uma bela garota emergiu-se das sombras, portando uma foice. Já havia visto a tributo em algum lugar, lembro-me dela no Centro de Treinamentos, seu nome começava com R? Se estivesse certo, ela era a tributo do Distrito Três. Derrubei a mochila ao chão no mesmo instante, tentando proteger meu corpo com minhas espadas tentando formar um T com as mesmas na frente de meu tronco e cabeça, as áreas que deviam ser mais protegidas.

Uma voz feminina robótica soou ao nosso redor, deveríamos entrar em combate. Ficar tenso numa hora dessas não era uma solução viável, respirava profundamente, deixando os músculos suavemente soltos, tentando manter-me calmo. Manter o equilíbrio era uma outra chave importante para o combate, deixar os pés separados e empunhar as cimitarras de uma maneira confortável e fácil de manusear.  Observava quaisquer movimento que a tributo poderia fazer, procurava por pontos fracos onde a moçoila poderia ser atingida por minhas espadas afiadas. Precisava prestar atenção no momento em que ela poderia atacar e, talvez, ataca-la primeiro. Não dê mole deste vez, seja o mais ágil possível, Widdly. Manter as lâminas das cimitarras próximo ao corpo, mas não tão próximo para que não pudesse limitar meus movimentos ao atacar. A sola de meus pés deveriam tocar o chão, quanto mais continuasse ali, mais base poderia ter para fortalecer meus ataques. Não levanta-los do chão a casa passo dado, sempre manter-se deslizando-os ao se mover, o equilíbrio era necessário. Não inclinar-se para não, não levantar o calcanhar. Postura reta e o peito para fora, permite um maior equilíbrio para giros e evitar ataques.  

Avaliar a situação cuidadosamente. Devo estar atento à cada detalhe ao meu redor, ciente de meus recursos e habilidades, como também de meu oponente. Se ela portava uma foice, certamente saberia como usa-la. Evitar quaisquer acontecimento no terreno em que estava para evitar que algo pudesse atrapalhar-me, por exemplo o excesso da luz natural da lua. Descobrir como a garota lutava também era uma prioridade, talvez fosse agressiva? Cautelosa? Seria habilidosa? Ou novata neste quesito? Todos temos uma fraqueza, só basta descobrir qual e como usa-la contra nós mesmos. Mantenha o foco, Widdly, você não pode encontrar na luta sendo descuidado ou acabara se machucando sozinho. Espero ela dar o primeiro ataque? Não. Eu deveria enfraquece-la primeiro, ela saberia lutar desarmada? Esperava que não. Então esse seria meu plano? Desarma-la? Ou deixo-a com a foice para termos um combate justo? Mas por que deixaria termos um combate justo? A minha vida estava em jogo. Esteja sempre no controle.

Corpo perpendicular, ombro do braço em posse da espada principal direcionado ao oponente, tronco menos exposto e órgãos vitais protegidos. Arma principal direcionada ao pescoço da adversária, colocando-a na mira. Agora é sua vez, controle-a, mantenha-se sempre no fluxo da luta, saiba cada passo seu. Não vacile, essa é a sua hora de jogar. Tentaria avançar e quebrar quaisquer defesa, mantendo uma de minhas espadas protegendo meu tronco e órgãos vitais, com a outra tentaria acertar a lateral esquerda de seu corpo, em um de seus órgão vitais.

Vamos brincar. — Murmurei, iniciando o nosso combate.
Table by Alexei <3

avatar
Widdly Trenchüst-Hadren
Tributos
Tributos

Mensagens : 24
Data de inscrição : 15/11/2015
Idade : 19

Ficha Tributo
Emprego: Caçador
Tésseras: 300
Pontos de Patrocínio:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Mensagem por Mary Löwen Romanoff em Ter Dez 29, 2015 12:58 am

O membro 'Widdly Trenchüst-Hadren' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D10' : 9




No matter how many deaths that I die, I will never forget. No matter how many lives that I live, I will never regret. There is a fire inside of this heart, and a riot about to explode into flames.
avatar
Mary Löwen Romanoff
Presidente
Presidente

Mensagens : 836
Data de inscrição : 07/04/2015
Localização : Capitol

Ficha Tributo
Emprego: Presidente
Tésseras: XXXX
Pontos de Patrocínio: XXXX

Ver perfil do usuário http://jogosvorazesbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Mensagem por Rhaenna Höes Windsor em Qui Dez 31, 2015 3:39 pm

She is cruel, cruel girl
Observações:
Eu mudei a narração para terceira pessoa, quero aprender, caso eu tenha misturado primeira e terceira, peço desculpas.

O post tinha ficado melhor, mas acabou que perdi ele por que o Google Chrome fechou sozinho e tive que refazer. Pensei em desistir, mas isso seria idiotice.

Pontos de patrocínio usados:
-Prato de sopa: (5 porções): -20% de sede e -20% de fome por uso. Preço: 55 pontos. [Uma porção, usada depois da laranja que havia ganho.]

Dado 01 - Encontro de materiais para fazer a fogueira;
Dado 02 - Encontro de materiais para se aquecer na noite;
Dado 03 - Tentativa de esquiva e defesa;
Dado 04 - Golpes e ataques para causar dano;

O chão estava úmido conforme Rhaenna arriscava dar seus passos em busca de algo que pudesse ser útil em sua sobrevivência. O corpo ainda estava gelado, seus pensamentos estavam sendo esvaziados, não conseguia pensar em mais nada além de sua namorada que estava no distrito três esperando que a morena voltasse com vida. A jovem tinha quase certeza que suas chances eram pequenas, por mais que soubesse se portar em um combate, ainda sim se sentia insegura. Diferente de todo seu tempo até onde chegou, Rhaenna já não se demonstrava tão durona quanto era, pois sabia que naquela noite podia ser a última vez que teria lembranças boas. A morena tremia conforme os ventos gélidos passavam pelo seu corpo. Sua cabeça estava tentando ficar focada em apenas uma coisa: sua sobrevivência. Apressando seus passos para estar em busca de materiais úteis para formar uma fogueira, a jovem fez um trajeto curto tentando encontrar qualquer coisa que ela pudesse usar. Poderia ser gravetos, folhas, galhos ou outros que pudessem ser incendiados para fazer as chamas a aquecer. Isto foi uma das coisas que ela fez por primeiro, tinha uma lista invisível em cima de sua cabeça, em uma ordem específica para seguir. Inquieta, Rhaenna caminhou por dentre as arvores, muitas delas estavam quebradas, muitos dos arbustos estavam sem folhas, o chão estava virado em lama e a garota sabia exatamente por que tudo estava daquele jeito. Minutos atrás ela teve que correr e salvar sua pele de um tsunami formado e vindo da cornucópia. Era um tanto quanto engraçado saber que sua vida era um brinquedo dos idealizadores. As decisões tomadas pela garota do distrito três foram quase todas sensatas, por mais que tivesse seguido por um caminho errado, algo dizia a ela para seguir um rumo diferente e isso foi exatamente o que a jovem fez e por este motivo ainda esta com vida, cansada, mas com vida. Seus olhos começavam a querer se fechar sozinhos, estava exausta com tudo que passou, precisava retirar um cochilo naquela noite. Silenciosa, a garota tentou procurar algum material para se aquecer quanto estivesse dormindo, algo que pudesse a deixar protegida dos ventos gélidos. Uma mochila perdida, um saco de dormir, folhas gigantes, qualquer coisa era útil naquele jogo. Caso a jovem conseguisse ou não, tentaria adormecer, fecharia seus olhos e desligaria seu corpo e sua mente por pelo menos alguns minutos, coisa suficiente para ela descansar e relaxar seu corpo para um próximo passo.

Passou alguns minutos até que Rhaenna voltasse à ativa. Seus olhos se abriram e suas expressões faciais eram de susto, já não acreditava que tinha conseguido ficar mais um dia naqueles jogos. Por mais que seus pensamentos fossem de incerteza, ela ainda conseguia refletir sobre seus atos e porque estava dentro daquele lugar. Ela foi escolhida contra sua própria vontade, mas tinha que mostrar a todos que alguém inteligente também poderia vencer. Sim, ela não era tão forte fisicamente, mas seu maior músculo era o cérebro, que poderia ser usado para formar estratégias boas o suficiente para acabar com a vida dos outros. A razão deve vir antes da emoção e ela sabia disto. Rhaenna ficou sentada por longos minutos no chão úmido que havia sido atingido pelo tsunami. A morena pegou seu último alimento, aquele poderia ser sua refeição do dia. A laranja foi mordida de forma agressiva, Rhaenna sugou o suco adocicado e mastigou cada goma que estava em sua boca. O líquido açucarado escorreu pelos seus lábios, sujando aquela região conforme se deliciava com o fruto alaranjado. Com as costas de uma de suas mãos, a jovem passou vagarosamente na região onde estava sujo, retirando o excesso da sujeira que havia ficado. Um quase café da manhã era o suficiente para despertar do sono. Os passos ligeiros pisavam fundo no chão, a morena se apressava para buscar alguma espécie de alimento ou bebida para serem guardados ou então consumidos antes de tomar decisões futuras. Estar sozinha ou não era uma coisa que Rhaenna tinha muitas dúvidas, sabia que uma hora ou outra esbarraria com um tributo.

Atenta com o que acontecia com seu ao redor, a jovem se deparou com a presença de um garoto. Assustada tentou recuar seus passos para que não fosse vista e pudesse o atacar as escondidas, mas infelizmente uma voz feminina ecoou pelo lugar iniciando uma batalha entre os dois jovens. Rhaenna sabia que sua vida estava em jogo e que o outro é um carreirista. Ataques errados poderiam ser o suficiente para acabar com seu último dia. – Sorte a minha ter me encontrado com um carreirista, não acha? – Fez uma pergunta retórica enquanto segurava sua foice com firmeza. Os objetivos que a garota do distrito três tem são únicos, mas não apenas a destruição dos carreiristas, mas também de pessoas do sexo masculino. Estupro, assalto, violência e qualquer coisa que já tenha feito mal a Rhaenna foram por homens e eles deveriam pagar, mesmo que a morena tivesse que retirar forças que não houvesse para combater esses rapazes. Widdly, esse era o nome do tributo do distrito dois, um garoto carreirista que foi preparado para combater qualquer pessoa e assim, orgulhar de onde veio. A morena sabia que não tinha muitas chances, mas não se deixaria levar por saber que o outro era preparado para combates. Em suas mãos havia duas cimitarras, armas que poderiam retirar a vida com simples ataques certeiros. A morena segurava uma foice envenenada e que seria usada para o combate que se iniciaria. O primeiro passo foi feito pelo moreno que avançou com precisão num ataque lateral, antes tentando quebrar a defesa da jovem e depois decepar sua cabeça com a arma, mas seria estúpido da parte do outro achar que Rhaenna era frágil e não estava preparada para uma luta. Os olhos da moça se encheram de lágrimas quando se lembrou do passado atormentado que já vivenciou e isso foi o que mais a motivou para tentar se defender.

Num passado não tão distante Rhaenna estava andando de bicicleta com sua namorada agarrada em suas costas e no presente assustador, a jovem estava de frente com um carreirista tentando a golpear. Preparada ou não para aquela batalha, a jovem simplesmente fez o que seu instinto dizia. Levantou a foice no instante que a arma do outro avançou contra seu pescoço, tentando se defender barrando o golpe da lâmina, fazendo ambas as armas chocarem e assim anularem o que era para ser um ataque certeiro. Frente a frente com Widdly, a morena levantou seu joelho com força e precisão, tentando atingir a região do órgão sexual do rapaz, tentando causar incômodo e dor por alguns segundos que fossem o suficiente para a jovem avançar com alguma espécie de ataque. Preparada para tentar saltar ou se esquivar de qualquer golpe que venha da outra cimitarra. A jovem utilizou a própria cabeça para acertar a testa no outro, pois assim, poderia atordoar tanto a si contra ao outro. Rhaenna balançou a cabeça negativamente esvaziando sua cabeça de pensamentos aleatórios enquanto relaxava seus músculos logo que recuasse para trás e pudesse ver brechas para ataques. Com a foice em mãos e com olhos focados no rapaz, a morena avançou tentando acertar um chute frontal no peito do garoto, este que poderia o desequilibrar e assim, permitir que o atacasse com a arma. Rhaenna cerrou os olhos e então focou no corpo do outro, atenta caso viesse algum ataque das cimitarras. A jovem analisou os pontos mais desprotegidos e então utilizou a foice para o ataque. Depois de tentar acertar o chute frontal, Rhaenna utilizaria a arma para atacar o rapaz num golpe vertical, este que viria de cima para baixo na direção do crânio do outro. Caso acertasse ou não o golpe, a garota do distrito três rodaria seu próprio corpo para evitar qualquer golpe e então utilizaria sua arma para fazer cortes na horizontal, podendo estes ser vindos na região das pernas ou então da própria cintura do outro. A garota precisava de apenas um corte para fazer o corpo do outro reagir ao veneno e era isso que ela tinha em mente: o destruir pouco a pouco.



Última edição por Rhaenna Höes Windsor em Qui Dez 31, 2015 6:50 pm, editado 3 vez(es) (Razão : Acrescentar o uso de patrocínio;)
avatar
Rhaenna Höes Windsor
Tributos
Tributos

Mensagens : 6
Data de inscrição : 27/11/2015
Idade : 18
Localização : Distrito 3

Ficha Tributo
Emprego: Vendedor
Tésseras: 0
Pontos de Patrocínio: 100

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Mensagem por Mary Löwen Romanoff em Qui Dez 31, 2015 3:39 pm

O membro 'Rhaenna Höes Windsor' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D10' : 9, 5, 10, 10
avatar
Mary Löwen Romanoff
Presidente
Presidente

Mensagens : 836
Data de inscrição : 07/04/2015
Localização : Capitol

Ficha Tributo
Emprego: Presidente
Tésseras: XXXX
Pontos de Patrocínio: XXXX

Ver perfil do usuário http://jogosvorazesbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Mensagem por Widdly Trenchüst-Hadren em Seg Jan 04, 2016 9:37 pm

Adendos:
Habilidades utilizadas e seus propósitos:
Movimentos rápidos para atacar com rapidez;
Medicina para encontrar o ponto certo onde o ataque seria feito e perceber o veneno na lâmina da foice de Rhaenna;
Ambidestria para manter o controle de ambas cimitarras;
Espadas/Facões/Cimitarras para o combate e controle das cimitarras;
Psicológico para manter-se calmo e controlado durante a luta;
Rastreio para encontrar o tronco e a pedra e utiliza-los durante o combate;
Concentração, paciência e equilíbrio. São necessários para obter a perfeição durante um combate, quer obter o sucesso? Aprenda cada ínfimo detalhe sabiamente. Pude observar a garota com atenção durante o combate, aparentava estar atordoada com a situação, um brilho em seu olhar dava a intenção de que a tributo estava prestes a chorar. Tudo seria mais fácil se você caísse ao chão e pedisse para que eu te matasse, não acha? Que tal acabar com tudo rápido? Eles anseiam por uma luta lenta e sangrenta? Não fazia ideia, mas se a jovem se rendesse agora seria mais fácil, eles teriam o sangue que tanto apreciavam, manchando a terra fértil abaixo de nós com o sangue inocente... Ou nem tanto. Enfim, já que não iria se render facilmente, havia escolhido o modo mais difícil para finalizar essa pequena chacina. Preste atenção na luta, encontre seu fluxo e controle-o, Widd. Floreios excessivos são desnecessários, não gire apenas pelo efeito causado durante a luta, pois o mesmo deixa suas costas abertas para o adversário lhes atacar. Mantive uma distância necessária entre meu adversário e minhas cimitarras, um passo largo de distância. Não estique os braços, mantenha os cotovelos flexionados e próximos ao corpo, você não é novato no que faz.

A garota avançou, tentando atacar-me em minhas partes íntimas, tentei dar um passo para trás e um pouco direcionado para o lado, tentando empurra-la para um tronco destruído com o punho de uma de minhas espadas direcionada a lateral de suas costelas, como um meio de defesa contra quaisquer ataque que pudesse direcionar a mim. Caso Rhaenna atingisse o tronco com força, poderia perfura-la e causar graves ferimentos.

Você é tão baixa assim, Rhaenna? — Berrei, soltando uma grave risada sádica. — Um ataque nas partes íntimas é um gole tão baixo. — Finalizei, fitando-a sombriamente.

Voltei minhas armas para a forma defensiva, uma espécie de cruz em minha frente. Esquivar-se dos ataques como um maluco só abriria minha retaguarda, deixando-me exposto para seus ataques, tudo deveria ser pensado e repensado sabiamente, mas não fique refletindo no meio da luta como um lunático ou tudo será terrivelmente desperdiçado. Mova-se minimamente ao saber a mira que seu adversário toma, um movimento bem pensado pode lhe dar um maior controle. Ombro mirado em seu adversário, assim como uma das pontas de sua arma, observe. Mirei para a lâmina de Rhaenna, mantendo-me distante ao perceber um líquido que não deveria estar ali, aquilo seria veneno? Deveria me manter distante de sua lâmina, se aquilo fosse mesmo veneno poderia me causar problemas durante o combate ou futuramente. Precisão é vital num combate, o poder é uma das últimas coisas que devem ser pensadas. Use tudo que estiver ao seu alcance como arma, todos os pontos de sua arma podem se tornar perigosas, cada parte de seu corpo ou até mesmo o cenário ao seu redor. Quer vencer? Use suas armas, você está pronto para qualquer coisa se tudo sabiamente pensado.

A moçoila avançou, tentando mirar um chute frontal em meu peito, tentei afastar-me para o lado mantendo os pés firmemente pressionados ao chão e somente deslizando-os, com precisão. A garota não desistiu, tentou atacar-me com sua foice, tentei empurra-la para o lado usando a força com uma de minhas cimitarras, caso tivesse algum êxito usaria a mesma espada como uma espécie de alavanca para evitar demais ataques e se tivesse alguma sorte, a garota bateria a cabeça na grande pedra pontuda que havia ao lado. Caso minhas defesas não fossem possíveis, deslizaria para trás, mantendo as armas em modo de defesa e centradas em minha frente, o corpo focalizado no adversário e mantido em retaguarda.
Table by Alexei <3
avatar
Widdly Trenchüst-Hadren
Tributos
Tributos

Mensagens : 24
Data de inscrição : 15/11/2015
Idade : 19

Ficha Tributo
Emprego: Caçador
Tésseras: 300
Pontos de Patrocínio:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Mensagem por Mary Löwen Romanoff em Seg Jan 04, 2016 9:37 pm

O membro 'Widdly Trenchüst-Hadren' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D10' : 3




No matter how many deaths that I die, I will never forget. No matter how many lives that I live, I will never regret. There is a fire inside of this heart, and a riot about to explode into flames.
avatar
Mary Löwen Romanoff
Presidente
Presidente

Mensagens : 836
Data de inscrição : 07/04/2015
Localização : Capitol

Ficha Tributo
Emprego: Presidente
Tésseras: XXXX
Pontos de Patrocínio: XXXX

Ver perfil do usuário http://jogosvorazesbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Mensagem por Mary Löwen Romanoff em Qua Jan 06, 2016 7:29 pm

Resultado
Rhaenna: Ataque (10) e Defesa (10).
Widdly: Ataque (9) e Defesa (3).

Primeiramente vamos aos dados numéricos: Widdly tirou um ponto a menos que Rhaenna no ataque. O carreirista possui maestria em cimitarras, dando-lhe +5 de dano, totalizando 14. Rhaenna é novata em Foices, tal nível não potencializa seus ataques. Dano recebido por Rhaenna no primeiro post: 4.

Rhaenna tem 10 de ataque, 10-3=7. Widdly recebe 7 de dano. Agora vamos aos posts (podem alterar os danos recebidos): "com a outra tentaria acertar a lateral esquerda de seu corpo, em um de seus órgão vitais." Rhaenna simplesmente ignorou tal ação, postou que defendeu quaisquer ataques de Widdly, porém não os especificou. Apenas narrou a defesa em relação ao ataque em direção ao seu pescoço, portando, foi atingida. + 2 de dano recebido. Todos os outros ataques foram defendidos por ambos.

Danos recebidos:

Widdly: 7;
Rhaenna: 6.

Vitória de Rhaenna.

PvP sujeito à reavaliação.
Créditos à JVBR




No matter how many deaths that I die, I will never forget. No matter how many lives that I live, I will never regret. There is a fire inside of this heart, and a riot about to explode into flames.
avatar
Mary Löwen Romanoff
Presidente
Presidente

Mensagens : 836
Data de inscrição : 07/04/2015
Localização : Capitol

Ficha Tributo
Emprego: Presidente
Tésseras: XXXX
Pontos de Patrocínio: XXXX

Ver perfil do usuário http://jogosvorazesbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terceira Fase — Combates! — Widdly [D2] vs. Rhaenna [D3] — PVP

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum