Hotel Highsbour

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hotel Highsbour

Mensagem por Arthur H. Rockefeller em Sex Abr 10, 2015 6:49 pm

Hotel Highsbour
O Hotel Highsbour encontra-se no centro da Capital, vive lotado de pessoas milionárias. Na época dos jogos os Patrocinadores alojam-se aqui para trocarem ideias e discutir sobre os acontecimentos na Arena.
Créditos à JVBR

Arthur H. Rockefeller
Presidente
Presidente

Mensagens : 836
Data de inscrição : 07/04/2015
Localização : Capitol

Ficha Tributo
Emprego: Presidente
Tésseras: XXXX
Pontos de Patrocínio: XXXX

Ver perfil do usuário http://jogosvorazesbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Highsbour

Mensagem por Caitlyn A. Knox em Ter Maio 19, 2015 10:05 pm

Blood?

E

velyn andava um tanto apressada em seu camarim, montado no hotel Highsbour, um tanto entediada. Era um 'show' acústico, algo a qual não estava muito acostumada a fazer, para um jantar de importantes magnatas da Capital. Eve não se importava muito de quem era ou para que era, ao menos. Ela só queria mesmo, trabalhar. Suspirou a roupa que tinha visto separada para ela. Um vestido azul e sapato prateado. Ela sorriu um tanto divertida, colocando o vestido e o sapato, fazendo uma maquiagem simples, então somente arrumou os cabelos e colocou as joias. Deu de ombros, quando se viu no espelho pronta, então desceu para o 'palco' improvisado.

A

morena soltou um suspiro fundo, se endireitando, enquanto caminhava. Seus passos eram leves e delicados e sem muita pressa. Sentou se em um banco que lá estava disposto, então deu o sinal para os músicos começarem. Ela esperou, a melodia era tranquila e até 'triste', porém a música até que seria romântica, aquela noite. Então, no momento certo, ela começara com uma voz tranquila.

I believe, I believe there's love in you
Grid locked on the dusty avenues
Inside your heart, just afraid to go

S

eus cabelos esvoaçavam um pouco, a medida em que cantava, os olhos estavam fechados e a expressão de serenidade ao cumprir seu trabalho, parecia mais tranquila e calma, Evelyn sorriu levemente para si mesma, então continuou, elevando um pouco a voz.

I am more, I am more than innocent
But just take a chance and let me in
And I'll show you ways that you don't know

E

la abriu um sorriso tranquilo, enquanto o piano que era tocado por uma morena continuava a tocar. Eve cruzou as pernas, se endireitando no banquinho, vendo os empresários e magnatas que a 'apreciavam' e alguns que até a 'despiam' com seus olhos, já que por mais que o vestido não fosse curto, mostrava as pernas fortes e flexíveis de Eve. Ela tentou ignorar isso, então aumentou um pouco a voz, quando continuou. Ela abaixou a voz.

Don't complicate it
Don't let the past dictate
Yeaah
I have been patient, but slowly I'm losing faith

N

o momento em que chegara 'Yeah', ela algongou um pouco a nota e a palavra e fez o  mesmo em 'Faith' antes que continuasse. Ela suspirou um pouco mais fundo, sorrindo tranquila, então abaixou sua voz.

So please, I know you baby
I know you baby
So please, I know you baby
I know you baby

T

odas as vezes em que ela cantara 'Please', ela alongara a nota e a palavra, soltando um suspiro sorrindo, quando acabou. Respirou aliviada, vendo seu 'show' acabar e receber os aplausos dos empresários e magnatas que a encaravam surpresos. Evelyn também estava surpresa. Ela achava que não prestavam atenção. Ela riu baixo, se levantando. Fez uma reverência polida, então arrumou seu vestido e saiu do palco improvisado, para seu camarim, onde trocou de roupa e anotou os detalhes do que deveria ser feito em seguida, dando o papel para o organizador do evento, então saiu do hotel.

Encerrado

i believe i believe

you could love me, but you're lost on the road to misery, and what I gave to you, I can never get back! Don't complicate it, don't drive yourself insane, yeaahm say what you will but I know that you want to stay!




Caitlyn Knox

Journalist ✖ Capitol ✖ Stalker

Caitlyn A. Knox
Capital
Capital

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/04/2015

Ficha Tributo
Emprego: Cantora
Tésseras: 100
Pontos de Patrocínio:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Highsbour

Mensagem por Banshee Roux Beowulf em Seg Nov 02, 2015 4:12 pm

Período Encerrado
A centésima trigésima quarta edição dos Jogos Vorazes chegou ao fim, como o primeiro período do fórum. A partir de agora, toda postagem deverá ser narrada posteriormente aos Jogos- todos os turnos estão encerrados e não será permitido a 'volta no tempo'.
Créditos à JVBR

Banshee Roux Beowulf
Idealizadores
Idealizadores

Mensagens : 54
Data de inscrição : 09/04/2015
Idade : 25
Localização : Capitol, bitches!

Ficha Tributo
Emprego: Rir do sofrimento alheio
Tésseras: $OU RYCA
Pontos de Patrocínio: Não preciso disso /lixa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Highsbour

Mensagem por Christian L. Wallkevit em Qua Nov 04, 2015 5:31 pm


Rotina de Um Ator - Trabalho

Abro os olhos. A luz que penetra pela janela e invade o meu quarto causa um clarão momentâneo, até que meus olhos se ajustam a claridade. Viro-me para o outro lado e me mexo um pouco, mas depois desisto de dormir e me levanto.

Como de costume, vou até a janela e aprecio a vista da Capital. "Radiante. Impressionante. Majestosa como sempre!", penso, sorrindo, pouco antes de ir até o armário. Pego uma muda de roupa - uma camisa vermelho-sangue, uma calça preta e um cachecol verde, que enrolo em meu pescoço - e me visto. Para dar um toque final, pego uma peruca com cabelos tão vermelhos quanto minha camisa e a coloco sobre minha cabeça. "O que seria de nós, artistas, sem a moda, sem uma roupa combinando ou sem uma peruca estilosa?"

Saio do meu quarto e encontro minha "tia" na cozinha, com um café da manhã que exala um cheiro incrível.

Bom dia, meu amor. Você está lindo! Sua mãe ficaria orgulhosa se te visse assim.

Bom dia, tia, e obrigado.

Depois do cumprimento, nos sentamos na mesa e comemos.

[...]

Chego no local marcado para as gravações do dia e reconheço o lugar: é o mesmo hotel em que, na época dos jogos, os patrocinadores se reúnem. "E também é um lugar bem chique, por sinal.

Cumprimento a equipe de gravação rapidamente e vou para meu camarim, onde me sento de frente para um espelho e leio minhas falas do dia. Após uma primeira leitura, os maquiadores chegam e começam a me arrumar. Aproveito o momento para conferir se gravei as falas, pois esquecer de uma delas durante a cena não deve ser nada legal.

Como as cenas de hoje representarão o passado, não posso usar nenhuma peruca ou roupa escandalosa, o que é uma das piores coisas em ser ator: ter que se conformar com figurinos que não te agradam. Mas, de qualquer jeito, vale a pena o sacrifício.

Depois de algumas horas acompanhado por maquiadores e estilistas, sigo para a entrada do hotel. E o show começa.

É um prazer reencontrá-lo, John — falo, esquecendo de mim e me perdendo nas memórias de um homem comum que viveu anos atrás — Vamos, o chefe nos espera. Ele está no mesmo lugar de sempre.

[...]

Após horas e horas de trabalho, finalmente vou para o meu camarim de novo. Bebo um pouco de água e os maquiadores chegam, desta vez para desfazer todo o trabalho que fizeram antes e me deixar exatamente como eu estava quando cheguei. Depois disso, ir para casa descansar um pouco.

PS:
Não achei nenhum lugar específico para postar trabalhando como ator e postei aqui. Se tiver um lugar mais recomendado para que eu faça isso, por favor me avise. Thanks.


Créditos ao Josh Mouty, pelo template <3

Christian L. Wallkevit
Capital
Capital

Mensagens : 13
Data de inscrição : 31/10/2015
Idade : 28
Localização : Junto cuzamigo

Ficha Tributo
Emprego: Ator
Tésseras: 0
Pontos de Patrocínio:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

— Trabalho 1#: Torre de Babel e Outras Histórias.

Mensagem por Nicholls L. Heawrt em Sex Nov 06, 2015 12:10 am


Babel
Nicholls vestiu seu longo e branco vestido, sorrindo ao encarar sua silhueta no espelho do camarim improvisado no hotel. — A muito tempo atrás... — Começou a repassar suas falas enquanto caminhava até a porta e ameaçava abri-la. — Quando a capital nem ao menos pensava em existir... — Parou, abrindo a porta e saindo de pés descalços, sua personagem era uma simples pescadora do distrito 4. Seu ato era curto e rápido, apenas contaria a história da torre de Babel, um dos seus mais amados contos de criança, já que sua mãe adorava contar essa história.

Prendeu sua franja com as presilhas de peixe, o ator que representava o distrito 3 já estava terminando sua história.  

Assim que ouviu as palmas e reconheceu seu amigo sair do palco, caminhou lentamente até o meio do palco, sentando-se em uma cadeira de palha. — A muito tempo atrás, quando a Capital nem ao menos pensava em existir... — Disse com pouca animação, pousando as mãos sobre o colo. — Os homens decidiram construir uma grande torre com o objetivo de roubar os segredos divinos e os espalhar pela Terra. — Mordiscou o lábio inferior, observando a surpresa de sua plateia e demorando alguns segundos para continuar. — Para punir os humanos, Deus havia decidido que cada região haveria uma língua diferente, um costume diferente, um tipo de pessoa diferente. Isso gerou uma confusão tão grande, mas tão grande, que aqueles que viviam na Terra, começaram a lutar pelo poder. — A ex-atriz pornô se aconchegou na cadeira, esboçando um sorriso maldoso. — Pessoas como eles, os que condenaram a humanidade, foram sendo mortos com o tempo, mas mesmo assim, até hoje, as pessoas ainda tentam construir novas torres de Babel, procurando roubar os grandes segredos de Deus... — Não tinha a mínima vontade de continuar, mas mesmo assim se levantou e pronunciou as palavras lentamente. — E da Capital.  

Colocou seu pé direito atrás do corpo, fazendo uma leve reverencia ao publico, saindo do palco em seguida. Podia não admitir, mas amava o som dos aplausos.

Encerrado.





# Give me love like never before 'Cause lately I've been craving more

Nicholls L. Heawrt
Capital
Capital

Mensagens : 30
Data de inscrição : 26/04/2015
Idade : 21
Localização : In the Fakeland.

Ficha Tributo
Emprego: Atriz
Tésseras: 3000
Pontos de Patrocínio:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Highsbour

Mensagem por Nikki A. B. Eisenhauer em Qui Nov 12, 2015 5:52 pm


FIRST ACT
Buy a big diamond ring for me?
Tudo naquele momento conspirava contra Nikki. A princípio, seu pequeno atraso era decorrido de uma boa tarde de sono seguida de horas de "vadiações" pela Capital, ações que em momento algum imaginava causar problemas com o emprego. Irresponsável chegava a ser seu apelido.

Terminava de ajustar a gargantilha quando olhou-se no espelho - tinha um aspecto fantasmagórico, as gotículas vermelhas escorriam pelo rosto e braços e coloria com tons de ciano as maçãs e olhos; a boca pintada de uma maneira absurdamente errada com um laranja extravagante e o vestido preto em fiapos escorria até os tornozelos, não era bem tudo que sempre quis vestir na vida.Nem mesmo ela sabia o que queria representar, tinha tido um sonho em que aparecia uma mulher de aparência semelhante e apenas decidiu homenageá-la.  

Antes que sua apresentação começasse viu as luzes se apagando, era o sinal que esperava para lançar-se até o meio do palco. Deitou-se no chão jogando os cabelos sobre a face e cantarolando algo semelhante à músicas de ninar; houve uma pausa de trinta segundos e a luz acendeu-se novamente. - Esse sou eu e essa é minha história, que lhes conto antes de me matar. Seria hilária se não fosse horrenda.   - falou num tom quase agonizante sentando logo em seguida. Cruzou as pernas e deu um sorriso tímido fixando o olhar no público. - Eu... Estava tendo um sonho agradável, quando o que pareciam sons de marteladas me acordou.  - voltou a dar uma longa pausa no seu pequeno conto de terror, pousou as mãos em seus joelhos. - Knock, Knock, Knock - imitou - O último homem na Terra estava sentado sozinho em um quarto. Então houve uma batida na porta...  - preferiu deixar o final vago, tentava estimular a criatividade do publico para que decidissem o final do personagem.

Levantou e fez uma reverência, retirou-se do palco ouvindo o som dos aplausos. Embora sua atuação tivesse sido fraca e desesperada, ela gostava de sentir a vitória interior de um trabalho bem feito.

Encerrado  
 
 

Nikki A. B. Eisenhauer
Capital
Capital

Mensagens : 3
Data de inscrição : 02/11/2015
Localização : P Sherman 42 Wallaby Way, Sydney

Ficha Tributo
Emprego: Desempregado
Tésseras: 0
Pontos de Patrocínio:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Highsbour

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum